Arquivo de junho, 2009

Museu Histórico Nacional apresenta cartazes da Guerra Civil Espanhola.

Posted in Textos on junho 30, 2009 by ccmaximus

mh-2009-003-f07

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vi essa exposição em São Paulo no Instituto Cervantes. Os cartazes são provenientes da coleção da Fundação Pablo Iglesias. Muitos certamente foram recolhidos das cidades espanholas na época do conflito, e várias das imagens são bem conhecidas.

De 04 de junho a 02 de agosto de 2009, a exposição “Cartazes da Guerra – 1936-1939”, promovida pelo Instituto Cervantes e Fundação Pablo Iglesias, da Espanha.

http://museuhistoriconacional.com.br/

The Pacific – trailer

Posted in Textos on junho 26, 2009 by ccmaximus

http://www.youtube.com/watch?v=a5OXif7WhcI

A impressão inicial é que o trailer foi obviamente “inspirado” por um grande filme de guerra que aborda a guerra no Pacífico: The Thin Red Line. Música parecida, monólogo parecido, câmera mostrando rostos de soldados em seqüência, cenas das árvores e vegetação, homens meditativos.

Museu de Ste.-Mère-Eglise

Posted in Textos on junho 25, 2009 by ccmaximus

Algumas fotos do museu privado de Ste.-Mère-Eglise, que também conta com auxílio da prefeitura local para funcionar. Boas imagens para ninguém confundir os muquifos que temos no Brasil com museus de verdade.

DSC00227DSC00241DSC00240

Dennison de Oliveira no I Seminário de Estudos sobre a FEB parte 1/2

Posted in Textos on junho 25, 2009 by ccmaximus

Lançamento de “A Minha Segunda Guerra” em São Paulo.

Posted in História da FEB, Livros, Memórias da FEB, Segunda Guerra Mundial on junho 23, 2009 by ccmaximus

Será no dia 3 de julho, na FNAC Paulista, às 19:00. O autor é João Barone, que explica no livro as origens de seu interesse na Segunda Guerra Mundial e a inserção do Brasil na guerra. Há também um relato do autor sobre sua viagem à Normandia no aniversário de 60 anos  do desembarque e uma coletânea de textos publicados na revista Grandes Guerras. Ao falar sobre o seu interesse particular no conflito, Barone expressa os sentimentos de grande parte das pessoas nascidas no pós-guerra para quem os anos de 1939-45 continuam a ser motivo de crescente busca de informações, demonstrando a permanência desse período de forma inabalável na memória coletiva.aminha2guerra

Nova pesquisa procura entender a FEB enquadrada no XV Grupo de Exércitos.

Posted in História da FEB, Livros, Segunda Guerra Mundial on junho 23, 2009 by ccmaximus

“A Estrada para Fornovo”, de Fernando Lourenço Fernandes. Recentemente publicado pela Nova Fronteira, o livro do historiador F.L. Fernandes aborda a participação da FEB na Campanha da Itália a partir de uma perspectiva mais ampla, ao levar em consideração a polêmica condução da guerra na península italiana, os desentendimentos entre comandantes aliados e o relacionamento dos brasileiros com a guerrilha italiana. O autor utilizou arquivos brasileiros e italianos para a elaboração do livro, o que certamente trará novas informações e discussões para este campo de estudos. É uma benvinda adição à bibliografia sobre a FEB, que carecia de pesquisa capaz de enxergar a divisão brasileira no cenário mais abrangente da coalizão aliada que combateu na Itália.

SINOPSE

Inverno de 1944-1945 no norte da Itália e tórrido verão carioca no
Brasil:

Os dois cenários desta nova história da FEB, suas aventuras e
desventuras.

E o pano de fundo dos desentendimento entre os generais ingleses e
americanos comandantes dos exercícios onde a FEB atuou enquadrada,
ocupados no debate de falta de apoio superior em favor do dembarque na
Normandia e da frente de combate na França.

 

260142

I Seminário de Estudos sobre a FEB

Posted in História da FEB, Memórias da FEB, Nova História Militar, Novas Dimensões da História Militar on junho 23, 2009 by ccmaximus

Para usar um clichê, o evento transcorreu excedendo as expectativas dos organizadores! 35 participantes apresentando trabalhos e audiência participativa, inclusive com alguns veteranos. A primeira conclusão a que se pode chegar é que os estudos sobre a FEB vão bem, e o futuro parece promissor. Novas abordagens, nova documentação e pesquisadores jovens com projetos originais e viáveis. As coisas mudaram bastante nos últimos dez anos, quando poucos estudos estavam disponíveis. Já é possível denotar a existência de uma historiografia relevante sobre o assunto, produzida tanto no Brasil como nos EUA, que permite a crítica dos trabalhos mais antigos e a renovação dos debates. Da parte da comissão organizadora, permanece a intenção de repetir eventos similares e de criar uma rede de pesquisadores capaz de inserir a produção sobre a FEB no âmbito de sua importância mais ampla para a história do Brasil e abordar a participação brasileira na Segunda Guerra em outros aspectos e enfoques, inclusive de outras disciplinas além da história.