Verdades e Vergonhas da Força Expedicionária Brasileira – 25 anos após a primeira edição.

Em 1985, Leonercio Soares, veterano da 2.a Companhia de Fuzileiros do “Onze R.I.” enviava às livrarias a primeira edição de seu livro. Apesar da tentativa inicial do autor de obter uma edição comercial por meio do envio de 100 originais mimeografados a jornais e empresas editoriais, ninguém se interessou pelo livro. Leonercio acabou produzindo uma edição de autor, que obteve boa distribuição graças a seus esforços.

A indiferença dos editores em publicar sua obra é possivelmente o resultado de um desacertado cálculo sobre a pontencialidade comercial do texto. Por volta de 2000, o livro dispôs de uma segunda edição, idêntica à primeira, que parece ter contado com uma distribuição limitada às livrarias paranaenses. Ambas edições desapareceram rapidamente das lojas e hoje se tornaram raro objeto de coleção, em vez de referência sobre a história que possa ser facilmente adquirida. Há poucos exemplares à venda nos livreiros especializados e os preços alcançam as centenas de reais.

Leonercio faleceu logo após a publicação da segunda edição, e é pena que a publicação de uma terceira prensagem seja pouco provável. Dessa forma, a crescente legião de interessados na história da Segunda Guerra e da Força Expedicionária Brasileira permanece privada de uma das ricas, honestas e vibrantes fontes sobre o episódio.

O livro é versátil e oscila entre a reminiscência pessoal, o romance histórico e a análise operacional. Além de talento de escritor Leonercio tinha uma excelente noção dos problemas que afligiram os batalhões brasileiros nos ataques iniciais a Monte Castello, e a leitura de seu livro é extremamente elucidativa das dificuldades que a tropa teve de enfrentar no combate de 12 de dezembro de 1944.

Leonercio pertenceu ao I Batalhão do “Onze”, unidade empenhada no setor de Guanella e Abetaia e que sofreu baixas brutais na ocasião.

Impossível conhecer a fundo a FEB sem a leitura de sua obra.

3 Respostas para “Verdades e Vergonhas da Força Expedicionária Brasileira – 25 anos após a primeira edição.”

  1. Leonercio Soares Filho Says:

    Fiquei elogiado pelo comentario feito ao livro verdades e vergonhas força expedicionaria brasileira, livro este do escritor Leonercio Soares meu pai.

  2. Márcio Aurélio Pardo Says:

    Este livro é fantástico. Uma narrativa densa que choca e envergonha, ao mesmo tempo em que nos orgulha a bravura de alguns expedicionários.
    O militar brasileiro foi para guerra completamente despreparado e lá, pelo menos para os que lutaram no front, aprenderam não só o quão brutal é a guerra, como também sentiram na pele as maiores vergonhas de suas vidas, desde o embarque, passando pelo retorno ao Brasil e se não bastasse no pós guerra. Quando foram, além de esquecidos, abandonados pelo exército e por nosso governo. Leia o livro.

  3. Gostaria de ter acesso ao livro em questão. Onde poderei adquirí-lo? Qual o preço?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: