Imagens do esquecimento.

As fotos desta postagem foram enviadas por um amigo que passou um tempo trabalhando no Rio de Janeiro

 em 2006, antes que a crise do museu da ANVFEB mantido por veteranos na Casa da FEB da rua das Marrecas surgisse timidamente na imprensa. O estado dos artefatos dispensa comentários. O pôster fez parte de uma fracassada campanha por parte de alguns veteranos com o propósito de arrecadar fundos para o museu e “sensibilizar as autoridades.” Pelo que sei a idéia era veicular os impressos na rede de transporte público carioca, mas a idéia acabou indo para o baú por falta de apoio.

A situação do acervo (ao menos o que sobrou dele) supostamente está normalizada desde a passagem para o Exército.

Uma resposta para “Imagens do esquecimento.”

  1. Pedro Lages Says:

    É triste ver que isso foi gerado em parte pelos próprios veteranos, que não davam o braço a torcer e queriam manter a associação sozinhos.Mais triste ainda é ver o descaso do povo e da autoridade brasileiro para com sua gloriosa história.Infelizmente várias das associações do Brasil caminham na mesma trilha do da Rua das Marrecas e o tempo com certeza está conseguindo fazer aquilo que os tedescos não fizeram, acabar com a FEB.

    Não sei se é boa idéia, mas poderíamos contactar aquele programa “humorístico” da BAND CQC, que tem um quadro bacana, mostrar ao Brasil a situação deplorável que se encontra o museu de algo tão honroso que foi a FEB, serviria até mesmo para aticiar a curiosidade da população em geral de conhecer as instalações dos museus e da nossa história.

    Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: